Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘filho’

confissoes-mulher-empreendedor-inc-cover

Li nesse sábado um texto bem longo e excelente escrito pela esposa de um empreendedor, que dedicou 5 anos de sua vida a construir um negócio. O texto é muito bom e vale muito a pena.

Alguns pontos que mais me marcaram, e que quero evitar:

  • o cara só pensava em trabalhar
  • a empresa faturava, cada vez mais, sem dar lucro
  • a filha dele reclamava e depois se acostumou com a ausência do pai
  • a empresa faliu, mesmo tendo uma aceitação grande no mercado
  • cada vez trabalhando mais, e vivendo menos
  • empreendedores, na correria, tendem a perder o interesse pelas pessoas

Minhas lições, reforçadas ao ler o texto:

  • saiba aonde quer ir
  • a vida não é só trabalho
  • o trabalho é um jogo
  • coisas ruins acontecem, e vão acontecer de novo
  • esteja preparado para tudo (assim não há surpresas)
  • faturamento sem margem é bobagem
  • fazer listas e dar dicas é fácil, seguir e conseguir é bem difícil :-)

Li agora há pouco, outro texto, dessa vez do Christian Barbosa, sobre empreendedorismo e gestão do tempo, que também é muito bom. Recomendo.

A dica do artigo da INC, foi do Julio, do Digestivo.

Anúncios

Read Full Post »

intro_2a

Semana passada meu filho, Vicente, completou um ano de vida. E me lembrei desse CD infantil da Adriana Calcanhoto, com músicas e letras muito legais. Saiba mais sobre o CD aqui.

Ciranda da Bailarina
Adriana Calcanhotto

Composição: Edu Lobo / Chico Buarque

Procurando bem
Todo mundo tem pereba
Marca de bexiga ou vacina
E tem piriri, tem lombriga,
tem ameba
Só a bailarina que não tem
E não tem coceira
Berruga nem frieira
Nem falta de maneira ela não tem
Futucando bem
Todo mundo tem piolho
Ou tem cheiro de creolina
Todo mundo tem
um irmão meio zarolho
Só a bailarina que não tem
Nem unha encardida
Nem dente com comida
Nem casca de ferida ela não tem
Não livra ninguém
Todo mundo tem remela
Quando acorda às seis da matina
Teve escarlatina
ou tem febre amarela
Só a bailarina que não tem
Medo de subir, gente
Medo de cair, gente
Medo de vertigem
Quem não tem
Confessando bem
Todo mundo faz pecado
Logo assim que a missa termina
Todo mundo tem
um primeiro namorado
Só a bailarina que não tem
Sujo atrás da orelha
Bigode de groselha
Calcinha um pouco velha
Ela não tem
O padre também
Pode até ficar vermelho
Se o vento levanta a batina
Reparando bem,
todo mundo tem pentelho
Só a bailarina que não tem
Sala sem mobília
Goteira na vasilha
Problema na família
Quem não tem
Procurando bem
Todo mundo tem

Para refletir sobre a vida e lembrar que não vale a pena tentar ser perfeito. Vale mesmo é ser você.

Read Full Post »

por_do_sol

Acabou o ano, resolvi fazer uma escolha pessoal dos posts que mais gostei em 2008. Se você gostou de outros, por favor sugira nos comentários. Sugestões de novos posts, livros a serem lidos e filmes que devam ser assistidos são bem-vindos.

Corridas

O que é correr a São Silvestre

Correndo

Eventos, cursos e treinamentos

Fui no ResultsON Day, e gostei

Curso de vendas com Ricardo Jordão, da Bizrevolution

Como escolher um bom MBA ?

Fábio Barbosa, do Banco Real, Santander e Febraban

Gestão do tempo

Gestão do tempo – o que tem me ajudado

Auto-conhecimento

Torna-te aquilo que és

Apatia, assertividade e agressividade

Seth Godin (merecia uma seção especial, pois é quem mais tem me inspirado nos negócios e nesse blog)

Resumo de Tribes, novo livro de Seth Godin

O que aprendi com Seth Godin

Curso com Seth Godin, nos EUA

Negócios, internet, empreendedorismo

O básico do seu negócio

Palestra da Suzana Apelbaum (Hello Interactive) no Digital Age 2.0

Crise nos EUA, análise e sugestões da Sequoia Capital

Alcançando a excelência, de John Spence

Empreender – um resumo do GP Investimentos

Livros

Audiolivros ou audiobooks – porque acho que vale a pena

Porque comprei um Kindle e minhas primeiras impressões, no Brasil

Palestras

O que tenho aprendido em palestras

Marketing

Resumo do livro Publicidade + Entretenimento, de Scott Donatton

Comunicação por conteúdo, ou branded content

Ser pai

Ser pai (com a ajuda dos amigos) – parte 2 – as respostas

Café (poderia se chamar “outros” rs..)

Café espresso: muitos avanços, alguns abusos

Read Full Post »

Aprendi com meu pai

Esse foi meu primeiro dia dos pais e me lembrei do livro que dei de presente ao meu pai ano passado. Se chama “Aprendi com meu pai” e tem uma série de relatos de pessoas famosas, contando qual a principal lição recebida. Comecei a fazer uma pequena lista de coisas que aprendi.

  • Honestidade não tem preço. Não precisa nem explicar.
  • Tenha um aperto de mão firme. Não precisa ser quebra-ossos, mas não pode ser mole. É importante para mostrar que você está vivo, presente.
  • Olhe no olho da pessoa. É a maneira mais fácil de se mostrar atenção, apreço. Mostra que você se importa e valoriza o outro.
  • Não tenha medo de trabalhar. Se você quer chegar longe, não sei outro caminho além de unir muito trabalho com inteligência.
  • Quando não conseguir uma coisa, peça pelo menos três vezes. A persistência muitas vezes é a única diferença entre sucesso e fracasso. Já funcionou diversas vezes para mim.

São coisas simples, mas que me ajudaram e me ajudam muito. Fazem a diferença. Feliz dia dos pais.

Read Full Post »

Olhar de criança

Meu filho fez 6 meses essa semana e é incrível com está mudando a cada dia, cada vez mais esperto, mais interativo, mais presente, mais gente.

Uma das coisas mais impressionantes é seu olhar. Um olhar de quem quer conhecer, descobrir, aprender. Tudo é novo, tudo é bacana, tudo chama atenção.

Em casa, olha para todos os cantos, para os quadros na parede. Na rua, olha para a pessoas. Na Esalq, quando vamos aos finais de semana, fica alucinado com as plantas. Parece que são duas horas sem piscar, olhos arregalados.

Fiquei pensando como perdemos a capacidade de admirar as coisas simples do dia-a-dia, da vida. Como estamos rodeados de coisas, imagens, fatos bacanas. E que não percebemos mais.

Olhando meu filho olhar o mundo, fico com vontade de aprender a olhar, com esse cuidado, com essa atenção, com esse encanto. A vida assim, pode ser mais alegre, mais divertida, mesmo sendo exatamente como já é.

Não são as coisas que podem mudar sempre podem), mas a maneira como olhamos.

Read Full Post »

Colo

Ontem meu filho dormiu no meu colo, deitado no meu ombro.

Read Full Post »